«

»

out 17

HH 212: ESO revela explosões de uma estrela recém nascida

http://www.eso.org/public/images/potw1541a/

Objeto Herbig-Haro (HH) 212 capturado pelo dispositivo Infrared Spectrometer And Array Camera (ISAAC). Crédito: ESO/M. McCaughrean

Um par de jatos com simetria quase perfeita está sendo lançado pelo objeto Herbig-Haro (HH) 212, que se vê na imagem acima obtida pelo instrumento (já desativado) do ESO, o Infrared Spectrometer And Array Camera (ISAAC).


Este objeto situa-se na constelação de Orion, numa região molecular densa de formação estelar, não muito longe da famosa Nebulosa da Cabeça de Cavalo. Em regiões como esta, as nuvens de gás e poeira colapsam sob a ação da gravidade, rodando cada vez mais depressa e tornando-se cada vez mais quentes até que uma estrela jovem se acende no coração da nuvem. O material em rotação que resta ainda em torno da protoestrela recém nascida junta-se dando origem a um disco de acreção que, sob as condições certas, evolui para formar o material base à criação de planetas, asteroides e cometas.

Embora este processo ainda não esteja completamente compreendido, é comum a protoestrela e o seu disco de acreção, que se vê aqui de perfil, serem a causa dos jatos. A estrela no centro do objeto Herbig-Haro HH 212 é na realidade muito jovem, com apenas alguns milhares de anos de idade. Os seus jatos são notavelmente simétricos, com vários nodos a aparecer a intervalos relativamente estáveis. Esta estabilidade sugere que a pulsação do jato varia de forma regular, e numa escala de tempo curta — talvez até tão curta como 30 anos! Mais longe do centro, enormes arcos de choque espalham-se pelo espaço interestelar, causados pelo gás ejetado a colidir com o gás e poeira do meio interestelar a velocidades de várias centenas de quilômetros por segundo.

Fonte

ESO: Outbursts from a newborn star

._._.

Deixe uma resposta

error: Esse blog é protegido!