«

»

set 11

A cratera Occator e as manchas brilhantes de Ceres em novas imagens pela sonda DAWN

As manchas mais brilhantes do planeta anão Ceres são registradas em novas imagens mais detalhadas capturadas pela sonda robótica DAWN. Estas fotografias da cratera Occator, agora com uma resolução de 450 metros por pixel, revelam uma perspectiva mais contundente sobre estas incomuns características radiantes.

http://www.nasa.gov/sites/default/files/thumbnails/image/pia19889.jpg

Esta imagem, feita a partir de duas exposições com a sonda DAWN, mostra a cratera Occator em Ceres, o lar de uma coleção interessante de manchas altamente brilhantes. Crédito: NASA/JPL-Caltech/UCLA/MPS/DLR/IDA

Novas imagens da cratera Occator revelam formas mais definidas da mancha central e características especificas no solo da famosa cratera. Uma vez que estas manchas esbranquiçadas são muito mais brilhantes que todo resto da superfície de Ceres, o time operacional da DAWN combinou duas imagens distintas em uma única composição resultando em uma exposição adequada das manchas brilhantes casada com uma visão precisa da superfície circundante.

Os cientistas também produziram animações que fornecem um voo virtual da cratera, incluindo um mapa topográfico colorido.

Os cientistas da DAWN observam que a borda da cratera Occator é quase vertical em alguns lugares, onde sobe abruptamente até quase 2 km.

A órbita atual da DAWN, que opera nesta fase da missão altura de 1.470 km, permite que asonda capture imagens com cerca de três vezes mais resolução do na órbita do mês de junho de 2015. Além disso as novas imagens são quase 10 vezes melhores do que a primeira órbita da DAWN em redor de Ceres de abril a maio de 2015.

Marc Rayman, engenheiro diretor da missão DAWN, JPL, Pasadena, Califórnia comentou:

A DAWN transformou o que há tão pouco tempo eram apenas pontos brilhantes em uma paisagem complexa, brilhante e bela. Em breve, a análise científica irá revelar a natureza geológica e química deste cenário extraterrestre que nos fascina.

A sonda já completou dois ciclos de 11 dias de mapeamento da superfície de Ceres na altitude de 1.470 km e iniciou o terceiro ciclo de rastreamento em 9 de setembro de 2015. A DAWN vai mapear Ceres seis vezes durante os próximos dois meses. Cada ciclo corresponde a 14 órbitas. Ao mapear Ceres a um ângulo ligeiramente diferente em cada ciclo de mapeamento, os cientistas da DAWN serão capazes de construir vistas em estéreo e mapas em 3-D do planeta anão residente no Cinturão de Asteroides.

A DAWN é a primeira missão a visitar um planeta anão e a primeira a orbitar dois alvos distintos do Sistema Solar. A DAWN orbitou o protoplaneta Vesta durante 14 meses em 2011 e 2012 e alcançou Ceres no dia 6 de março de 2015.

Fonte

NASA: Ceres’ Bright Spots Seen in Striking New Detail

._._.

2 menções

  1. Novos mapas de Ceres liberados pela DAWN

    […] foram divulgadas novas imagens topográficas e codificadas em cores da cratera Occator, o local das manchas brilhantes de Ceres, e também da montanha com 6 km de altura em forma de […]

  2. Novos mapas de Ceres liberados pela DAWN » O Universo - Eternos Aprendizes

    […] foram divulgadas novas imagens topográficas e codificadas em cores da cratera Occator, o local das manchas brilhantes de Ceres, e também da montanha com 6 km de altura em forma de […]

Deixe uma resposta