«

»

set 09

NGC 1316: depois das galáxias colidirem por Damian Peach

http://apod.nasa.gov/apod/image/1509/ngc1316_peach_1297.jpg

A galáxia elíptica NGC 1316 em colisão com a galáxia espiral NGC 1317 por Damian Peach

Os astrônomos se transformam em detectives quando tentam compreender o que causa surpreendentes visões cósmicas como a da galáxia NGC 1316.

A investigação indica que a NGC 1316 é uma gigantesca galáxia elíptica que começou há cerca de 100 milhões de anos a devorar uma galáxia espiral vizinha de menor porte, a NGC 1317, visível logo acima da NGC 1316, nesta imagem de Damian Peach.

As evidências deste fenômeno incluem as escuras faixas de poeira características de uma galáxia espiral, tênues redemoinhos e conchas de estrelas e gás visíveis nesta imagem profunda de larga escala.

Contudo, ainda permanecem inexplicados os incomuns aglomerados estelares globulares pequenos, vistos como pontos tênues neste panorama. A maioria das galáxias elípticas tem uma quantidade maior de aglomerados globulares mais brilhantes que a NGC 1316.

Além disso, os aglomerados globulares observados são antigos demais para terem sido criados nesta recente colisão espiral.

Uma hipótese para explicar sugere que estes glomerados globulares são sobreviventes de uma galáxia que foi absorvida anteriormente pela NGC 1316.

Outro surpreendente atributo da NGC 1316, também conhecida como Fornax A, consiste em seus gigantes lobos de gás que emitem fortemente ondas de rádio.

Para saber mais sobre a ‘galáxia canibal’ leia: ESO revela detalhes da galáxia assassina NGC 1316

Fonte

APOD: NGC 1316: After Galaxies Collide – Crédito da imagem©: Damian Peach/SEN

._._.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

error: Esse blog é protegido!