«

»

jun 27

Rogelio Bernal Andreo captura Altair, Deneb e Vega formando o Triângulo de Verão

http://apod.nasa.gov/apod/image/1506/RBA_ADV_2048.jpg

O triângulo Altair-Deneb-Vega por Rogelio Bernal Andreo (DeepSkyColors.com)

Visível no início da noite de verão no hemisfério norte, essas três brilhantes estrelas formam o asterismo familiar conhecido como o Triângulo de Verão.

Altair, Deneb e Vega são as estrelas alfa de suas constelações (as de maior brilho aparente), respectivamente: Aquila, Cygnus e Lyra.

Embora suas luminosidades aparentes nos pareçam similares nas vistas telescópicas, cada uma tem, de fato, sua própria história estelar.

Suas aparências semelhantes escondem o fato de que as estrelas do Triângulo de Verão são distintas tanto em distância em relação a Terra quanto a sua luminosidade intrínseca, a saber:

  • Altair, classe estelar A7V, é uma estrela da sequência principal cerca de 10 vezes mais brilhante que o nosso Sol e relativamente próxima, distando 17 anos luz. Sua massa é de 1,79 M e sua idade é inferior a 1 bilhão de anos.
  • Vega, classe A0Va, também da sequência principal, é cerca de 30 vezes mais luminosa que o Sol e reside a 25 anos luz de nós. Sua massa é de 2,135 ± 0,074 M. Vega é mais jovem que Altair, com 455 ± 13 milhões de anos.
  • A supergigante classe A2Ia Deneb tem 54.000 vezes a luminosidade solar e fica a 1.400 anos luz de distância. Sua massa é de 19 ± 4 M. Com ‘apenas’ 10 milhões de anos Deneb já deixou a sequência principal, caminhando para a fase final da sua vida, a terminar como uma supernova.

Evidentemente, como estas são estrelas que brilham na cor azul clara, as três estrelas do Triângulo do Verão são bem mais quentes que o Sol (Vega tem temperatura de superfície de 9.500 Kelvin, Altair tem 7.550 K e Deneb, no meio, irradia a 8.500K).

Fonte

APOD: Stars of a Summer’s Triangle – Crédito© da Imagem: Rogelio Bernal Andreo (Deep Sky Colors)

._._.

2 menções

  1. Yuri Beletsky captura a luminescência atmosférica e a Via Láctea nos céus austrais no Chile

    […] Ocupando a Via Láctea perto do horizonte estão Vega, Deneb e Altair, conhecido nas noites do hemisfério norte como as estrelas do Triangulo de Verão. […]

  2. Yuri Beletsky captura a luminescência atmosférica e a Via Láctea nos céus austrais no Chile » O Universo - Eternos Aprendizes

    […] Ocupando a Via Láctea perto do horizonte estão Vega, Deneb e Altair, conhecido nas noites do hemisfério norte como as estrelas do Triangulo de Verão. […]

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Esse blog é protegido!