«

»

abr 24

Cassini revela provável nascimento de nova lua em Saturno

http://www.nasa.gov/jpl/cassini/pia18078/#.U1f2bPldV8E

Na imagem da Cassini vemos uma perturbação no limite exterior do anel A de Saturno. Os astrônomos julgam que pode ser provocada por uma lua gelada em processo de nascimento. Créditos: NASA/JPL/Caltech/Space Science Institute

A sonda Cassini da NASA documentou a formação de um pequeno objeto gelado dentro dos anéis de Saturno que poderá ser uma nova lua e também forneceu pistas de como se processou a formação das luas conhecidas do planeta.

Imagens obtidas com a câmara de ângulo estreito da Cassini em 15 de abril de 2013 revelaram distúrbios no limite do anel A de Saturno, o anel mais externo dos anéis maiores e brilhantes do planeta. Uma dessas perturbações é um arco cerca de 20% mais brilhante do que os seus arredores, com 1.200 km de comprimento e 10 km de largura. Os cientistas também descobriram protuberâncias incomuns no perfil normalmente suave do limite do anel. Os cientistas acreditam que o arco e as protuberâncias foram provocadas pelos efeitos gravitacionais de um objeto próximo.

Não se espera que o objeto cresça mais e pode até estar a quebrar-se. Mas o processo da sua formação e movimento para fora ajuda nossa compreensão de como as luas geladas de Saturno, incluindo Titã, encoberta por nuvens, e Enceladus, com um oceano subsuperficial, tenham sido formadas em anéis mais massivos há muito tempo atrás. Pode também fornecer informações de como a Terra e outros planetas no nosso Sistema Solar se formaram e migraram para mais longe da nossa estrela, o Sol.

Carl Murray, da Universidade Queen Mary de Londres, o autor principal do artigo, afirmou:

Nós não vimos nada como isto antes. Talvez estejamos observando o ato do nascimento, onde este objeto está apenas deixando os anéis e saindo para se tornar uma lua isolada.

O objeto, informalmente chamado Peggy, é muito pequeno para ter sido visto em imagens até hoje. Os cientistas estimam que provavelmente não tenha mais que 800 metros em diâmetro. As luas de Saturno variam em tamanho dependendo da sua proximidade ao planeta, quanto mais longe do planeta, maior. Além disso, muitas das luas de Saturno são compostas principalmente por gelo, tal como as partículas que formam os anéis de Saturno. Com base nestes fatos e em outros indicadores, os cientistas propuseram recentemente que as luas geladas formaram-se a partir de partículas dos anéis e depois moveram-se para fora, para longe do planeta, fundindo-se com outras luas no caminho.

A cientista Linda Spilker, do programa Cassini e do JPL da NASA em Pasadena, Califórnia, EUA, afirmou:

Testemunhar o possível nascimento de uma pequena lua é um evento inesperado e emocionante.

Segundo Spilker, a órbita da Cassini aproximar-se-á do limite exterior do anel A no final de 2016 e irá proporcionar uma oportunidade excepcional para estudar Peggy em mais detalhe, talvez até capturar imagens.

É possível que o processo de formação de luas nos anéis de Saturno tenha terminado com Peggy, pois os anéis de Saturno estão agora, com toda a probabilidade, bastante empobrecidos para fabricar mais luas. Pensando que talvez nunca mais poderão observar este processo, Murray e colegas estão ‘espremendo’ das suas observações tudo o que conseguem.

Murray comentou:

A teoria sustenta que Saturno há muito tempo no passado tinha um sistema de anéis muito mais massivo, capaz de gerar luas maiores. À medida que as luas se formavam perto das extremidades, esgotaram os anéis e evoluíram, por isso as que se formaram mais cedo são as maiores e mais distantes.

Os detalhes das observações foram publicados em 14 de abril de 2014 pela revista Icarus.

Fonte

NASA Cassini Images May Reveal Birth of New Saturn Moon

 ._._.

2 comentários

  1. Vinícius Sena

    Este é o melhor site de astronomia que eu conheço. Parabéns!!!

    1. ROCA

      Muito obrigado, Vinícius!

Deixe uma resposta