Arquivo por mês: março de 2014

mar 31

2012 VP113: novo candidato a planeta anão redefine as fronteiras do Sistema Solar

Com a ajuda de observatórios terrestres os cientistas descobriram um objeto de considerável porte, além limites conhecidos do Sistema Solar. O corpo 2012 VP113 é possivelmente um candidato a planeta anão (como Plutão e Éris), categoria atribuída aos objetos em órbita em torno do Sol, suficientemente grandes para que a sua própria gravidade faça que estes …

Continue lendo »

mar 30

Cada anã vermelha possui um exoplaneta em sua órbita!

Um grupo de astrônomos do Reino Unido e do Chile revelou a descoberta de oito novos exoplanetas orbitando estrelas anãs vermelhas, três dos quais podem ser habitáveis. A partir deste resultado, os cientistas, liderados por Mikko Tuomi, da Universidade de Hertfordshire, estimam que uma grande fracção de anãs vermelhas, que representam pelo menos três quartos …

Continue lendo »

mar 29

SDO: Vídeo mostra o Sol em rotação

O quanto muda o Sol enquanto ele gira? As mudanças podem variar do sutil para o dramático. Nas sequências de lapso de tempo, nosso Sol, capturado pelos sensores do Solar Dynamics Observatory (SDO), é mostrado ao longo do mês de janeiro de 2014. Para ver o vídeo, clique abaixo e ligue o áudio para ouvir a música …

Continue lendo »

mar 28

Brasileiros encontram primeiro sistema de anéis em torno de um asteroide – Chariklo tem dois anéis

Observações obtidas em diversos locais da América do Sul, incluindo o Observatório de La Silla do ESO, levaram à descoberta surpreendente de que o asteroide distante Chariklo se encontra rodeado por dois anéis densos e estreitos. Este é o menor objeto já descoberto com anéis, e apenas o quinto corpo no Sistema Solar, além depois …

Continue lendo »

mar 27

Habitabilidade: O caso das estrelas mais quentes da classe F

Quando se trata de planetas habitáveis​​, nós focamos naturalmente em estrelas como o nosso Sol. Mas, cada vez mais atenção tem sido dada para estrelas menores e mais frias do que o Sol. Anões vermelhas da classe M têm zonas habitáveis próprias diminutas mas interessantes e certas vantagens quando se trata de detectar planetas terrestres. …

Continue lendo »

mar 26

Chandra e XMM Newton fornecem medições diretas da rotação de um Buraco Negro distante

Astrônomos usaram os observatórios espaciais de raios-X Chandra da NASA e o XMM-Newton da ESA para mostrar que um buraco negro supermassivo que reside a seis bilhões de anos-luz da Terra gira muito rapidamente. A primeira medição direta da rotação de um buraco negro tão distante é um avanço importante para a compreensão de como …

Continue lendo »

mar 25

ESO detalha a anatomia do asteroide Itokawa

Com o auxílio do New Technology Telescope (NTT) do ESO descobriu-se a primeira evidência de que os asteroides têm uma estrutura interna extremamente variada. Ao fazer medições mais precisas, astrônomos descobriram que partes diferentes do asteroide Itokawa têm densidades diferentes. Descobrir o que se encontra no interior dos asteroides, além de revelar segredos sobre a …

Continue lendo »

mar 24

Ganimedes mapeado em detalhes pela USGS

O primeiro mapa geológico global de Ganimedes tornou-se disponível através dos esforços de uma equipe liderada por Wes Patterson (Johns Hopkins Laboratório de Física Aplicada) e Geoffrey Collins (Wheaton College). A imagem acima (clique aqui para acessar a página da USGS) dá uma ideia do seu layout e está vinculada ao site de download do …

Continue lendo »

mar 23

Discussões sobre o Sistema Solar: a diversidade dos asteroides aponta para um “Sistema Solar Globo de Neve”

O Sistema Solar nos parece ser um lugar limpo e arrumado, com pequenos mundos rochosos perto do Sol e gigantes gasosos mais afastados, com todos os oito planetas seguindo percursos orbitais inalterados desde a sua formação. Mas, isto é falso! A verdadeira história do Sistema Solar é muito mais turbulenta. Os planetas gigantes migraram para …

Continue lendo »

mar 22

ESO investiga o aglomerado estelar aberto próximo Messier 7

Uma imagem obtida no Observatório de La Silla do ESO, no Chile, mostra o brilhante aglomerado estelar Messier 7. Facilmente observado a olho nu próximo a cauda da constelação do Escorpião, este é um dos aglomerados abertos mais destacados no céu, o que o torna um alvo importante da investigação astronômica. Messier 7, também conhecido …

Continue lendo »

Posts mais antigos «

error: Esse blog é protegido!