«

»

dez 25

A estrela Polaris e as trilhas circulares das estrelas do Polo Norte celestial

Riscos estelares deixam trilhas no céu sobre uma Igreja Viking na Suécia. Crédito: P-M Hedén

Apontando para os céus, a parede desta igreja Viking em ruínas ainda resiste em pé depois de mil invernos, próxima a cidade de Vallentuna, Suécia.

Esta imagem de longa exposição registrou esta cena em 14 de dezembro de 2010 e mostra as estrelas do céu boreal desenhando trilhas em arco durante uma longa noite. O caminho das estrelas demonstra o movimento diário da Terra de rotação em torno do seu eixo.

Atualmente, o ponto celeste que denota a direção do eixo aponta na direção da estrela Polaris, a estrela do Norte, que aparece parada no centro das trilhas concêntricas.

Os observadores do céu, nesta noite gelada de dezembro, também acompanharam a chuva de meteoros Geminídeos. O brilho de um dos geminídeos riscou a imagem (embaixo, à esquerda do muro, acima da parede inferior da igreja).

De fato, contribuindo para esta bela composição, tanto o caminho riscado pelo meteoro geminídeo quanto a posição do muro da igreja na foto apontam na direção do Pólo Celestial Norte.

Mais dos que os olhos vêem

Em 2006, o Hubble revelou em imagem direta que algo que os astrônomos já previam ao notar empurrões gravitacionais em Polaris A.  A imagem abaixo demonstou que Polaris é um sistema estelar triplo. A terceira estrela, Polaris Ab que orbita bem perto de Polaris A foi resolvida pelo Hubble.

A estrela Polaris (alfa Ursa Menor) fotografada pelo Hubble.

Fontes

APOD: Star Trails in the North – Crédito©: P-M Hedén (Clear Skies, TWAN)

Hubblesite: There’s More to the North Star Than Meets the Eye

1 comentário

  1. elio

    adorei essa foto

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Esse blog é protegido!