«

»

IC 342: WISE revela galáxia que se esconde por trás da Via Láctea

A galáxia IC 342, a 'galáxia escondida', fotografada em infravermelho pelo WISE (PIA13021). Crédito: NASA/JPL-Caltech/UCLA

A galáxia IC 342, a ‘galáxia escondida’, fotografada em infravermelho pelo WISE (PIA13021). Crédito: NASA/JPL-Caltech/UCLA

Esta criatura cósmica cheia de pernas surge detrás do seu esconderijo sob a visão infravermelha do telescópio orbital WISE (Wide-field Infrared Survey Explorer). Esta bela galáxia, a IC 342, é as vezes chamada de “a galáxia escondida”, pois a Via Láctea se interpõe entre nós e ela.

IC 342 é uma galáxia espiral intermediária na direção da constelação de Camelopardalis (Girafa).

A visão infravermelha do WISE atravessa as nuvens de poeira

Os astrônomos amadores e profissionais têm tido muitas dificuldades em vislumbrar a IC 342 através das brilhantes estrelas da Via Láctea, bem como da poeira e gás do meio interestelar (ISM). Agora o WISE cortou o caminho, retirando este véu cósmico imposto pela nossa galáxia, oferecendo-nos esta visão cristalina da “galáxia escondida”.

Em uma galáxia espiral como a IC 342, as nuvens de poeira e gás estão concentradas nos braços espirais. Os bolsões densos de gas ativam a formação de novas estrelas, e estas estão representadas aqui nos tons de verde e amarelo. O núcleo galáctico, mostrado em tons avermelhados, também se encontra repleto de jovens estrelas, que aquecem a poeira cósmica. As estrelas que aparecem em tons de azul pertencem a nossa galáxia, a Via Láctea, entre nós e a IC 342.

Esta galáxia tem sido de grande interesse para os astrônomos porque está relativamente perto de nós. Entretanto a determinação de sua distância exata em relação a Terra tem se mostrado extremamente dificil devido a sua posição.

IC 342 é uma das duas galáxias mais brilhantes no Grupo IC 342/Maffei de galáxias, um dos grupos de galáxias mais próximos do Grupo Local. A galáxia foi descoberta po W. F. Denning em 1895. No século XX, o astrônomo Edwin Hubble estimou que esta galáxia deveria pertencer ao Grupo Local de Galáxias, mas agora, novas medidas a colocam mais distante, entre 6,6 e 11 milhões de anos luz de distância.

Esta intrigante imagem foi capturada a partir dos 4 detectores de inframermelho do observatório espacial WISE e mapeada em  ‘cor-falsa’. O azul e o ciano representam os comprimentos de onda de 3,4 e 4,6 mícrons, que representa a luz das estrelas. O cinza e vermelho estão associados aos comprimentos de onda de 12 e 22 mícrons, que se relacionam a emissão de radiação a partir da poeira cósmica aquecida.

Para conhecer mais sobre a missão WISE, nós recomendamos que você assista o tutorial interativo, apresentado pela cientista líder Amy Mainzer, clicando aqui.

Na imagem acima, capturada pelo telescópio Mayal 4, vemos a galáxia IC 342, nos comprimentos de onda da luz visível. Crédito: T.A. Rector/Universidade do Alasca, Anchorage, H. Schweiker/WIYN e NOAO/AURA/NSF

Na belíssima imagem acima, capturada pelo telescópio Mayal de 4 metros do observatório WIYN, em 2006, vemos a galáxia IC 342, nos comprimentos de onda da luz visível. Crédito: T.A. Rector/Universidade do Alasca, Anchorage, H. Schweiker/WIYN e NOAO/AURA/NSF

Se não estivesse obscurecida pela Via Láctea, a ‘galáxia escondida’ IC 342 seria uma das galáxias mais brilhantes no céu visível.

Fontes

NASA/JPL/WISE – Hiding Out Behind the Milky Way

NASA/Photojournal – PIA13021: Hiding Out Behind the Milky Way

NOAA – Spiral Galaxy Image Benefits From Vigilance on Dark Skies

._._.

Deixe uma resposta