«

»

out 23

Seth Shostak do instituto SETI fala sobre o tema 2012 e comenta o efeito “por-que-agora”

Imagem do filme 2012 mostrando o 'fim-do-mundo'. Crédito: Colúmbia Pictures

Imagem do filme 2012 mostrando o ‘fim-do-mundo’. Crédito: Colúmbia Pictures

Dr. Seth Shostak, cientista líder do programa SETI (Search for Extra Terrestrial Inteligence) de busca por sinais de inteligência extraterrestre, fala sobre o tema “2012” e suas implicações e critica por que razões os apocalípticos insistem em afirmar que o fim-do-mundo está sempre a acontecer agora, ou seja, o efeito “por-que-agora ?”.

O assunto “2012” invadiu a paisagem cultural como uma praga artificial: o fim do mundo estaria a acontecer agora?

No final de dezembro de 2012, graças a um alinhamento celestial incomum – ou talvez somente a data de expiração do calendário Maia – nosso planeta será destroçado e arruinado? Veja isso pelo lado positivo: não teremos impostos a pagar em 2013…

2012-Poster

Os produtores de Hollywood (que não perdem uma oportunidade de descobrir um filão de ouro) gostam de agitar a quietude habitual terrestre. Assim, um filme bombástico, com o ‘criativo’ título “2012”, nos mostrou nas telas como é a beleza visual do fim-do-mundo.

Este imbróglio tem deixado diversas pessoas arrepiadas apesar dos avisos dos cientistas para todos esfriarem suas cabeças e deixarem de lado esta pegajosa mistura de pseudociência e previsões apocalípticas de culturas extintas. O fim-do-mundo não está próximo, meus caros amigos, devemos nos lembrar que rotineiramente o apocalipse tem sido repetidamente previsto por falsos profetas, mas nunca acontece…

Isto não é apenas uma referência para contestar as previsões de futuras ‘aglomerações nos portões do paraíso’ ou outros avisos no estilo dos maus agouros da virada do milênio. Devemos, por outro lado, fazer uma análise crítica e considerar a história da Terra desde o surgimento da vida há quase 4 bilhões de anos. Desde que se firmou em nosso planeta, após o fim do difícil eón Hadeano da Terra primordial, a vida tem mostrado altamente resistente e persistente: nem asteróides, cometas, explosões de raios-gama, tempestades solares assassinas, mudanças de pólos magnéticos ou supernovas próximas ocasionais conseguiram esterilizar o planeta Terra.

 O período Hadeano: na escala de tempo geológico, o Hadeano é éon mais antigo, que começou há cerca de 4,57 bilhões de anos, com o princípio do processo de formação dos planetas do Sistema Solar, e terminou, na Terra, há aproximadamente 3,85 bilhões de anos, quando surgiram as primeiras rochas, marcando o início do éon Arqueano. O nome “Hadeano” vem do grego hades, que significa “inferno”, e foi cunhado pelo geólogo Preston Cloud para o período sobre o qual se tem pouca ou nenhuma informação geológica.

Júpiter e demais planetas: Júpiter sozinho tem 2,5 vezes mais massa que todos os demais planetas somados.

Júpiter e demais planetas: Júpiter sozinho tem 2,5 vezes mais massa que todos os demais planetas somados (Saturno+Urano+Netuno+Terra+Vênus+Marte+Mercúrio).

A idéia que o calendário Maia nos diz quando será o fim-do-mundo é simplesmente patética. Ora, se os Maias fossem tão competentes em adivinhar o futuro, poderíamos concluir que o seu império ainda estaria de pé, vivo e forte, hoje. Além disso, os alinhamentos cósmicos acontecem a todo momento e ninguém nem toma conhecimento. Além disso, que diferença os alinhamentos nos trazem? Que tal calcularmos? o planeta gigante Júpiter, o maior planeta do Sistema Solar, em sua máxima aproximação em relação a Terra consegue atingir uma força de atração gravitacional 20.000 vezes menor que a Terra recebe diariamente do Sol. E tem mais, Júpiter responde por mais de 66% (dois-terços) da massa de todos os planetas somados… Se Júpiter por si muito pouco nos afeta, muito menos farão os demais planetas.

Assim, exceto para as almas ingênuas que insistem em confundir cinema com realidade, esta situação toda não passa de uma mera tempestade em um copo d’água, certo? Não é justamente isso que a mídia estará escrevendo quando o filme chegar as salas de exibição?

O fator “por-que-agora?

É claro que sim. Mas, existe algo bem além disso. O fim-do-mundo para os humanos possivelmente irá acontecer pelo menos se considerarmos como precendente o que aconteceu com centenas de milhões de outras espécies extintas na história da Terra. Foi estimado que 99,9% de todas as criaturas que já passaram por nosso planeta são assunto do passado. Em outras palavras, apesar de nós pensarmos orgulhosamente que somos os ‘pilares da criação’, somos, na verdade, não mais que a última produção da Natureza. Nossa espécie um dia irá chegar ao fim ou talvez sofra uma evolução. Mas, ISTO NÃO SERÁ EM 2012! E a razão disso é simples e chamamos do fator “por que agora?”. O fator “por-que-agora?” é uma versão temporal do princípio enunciado por Copérnico, ou seja, atualmente não é uma época em especial da história humana.

Vamos a um exemplo: muitas pessoas se acham convencidas que os alienígenas vêm a Terra para abduzir os humanos. Mas, “por que agora?” Considerando 10.000 gerações de humanos da nossa história, estes aliens estão só agora chamando nossa atenção? A probabilidade disto ser real seria como ganhar na loteria, mesmo que o prêmio não seja tão interessante quanto uma boa quantidade de dinheiro.

O físico de Princeton J. Richard Gott explorou esta idéia por uma década e tanto para entender tudo sobre as escalas de tempo cósmicas. Um cálculo simples de Gott seria algo como isso: adotando a filosofia do “por-que-agora?” podemos afirmar com 98% de certeza que a humanidade não está nem abaixo de 1% da sua existência nem acima de 99%. Calculando os resultados desta premissa vemos que nossa espécie ainda tem algo como 2.000 a 20.000.000 de anos a frente.

Seth Shostak

Seth Shostak

Assim, estes cálculos numéricos não incluem nossa ruína em 2012.

Mas sempre há alguns que poderiam argüir que a regra do “por-que-agora?” não se aplica a humanidade por que nós estamos interferindo com o mundo. Qualquer um pode citar esquemas possíveis de auto-destruição, que nos transformaria em material de exibição para museus no futuro tais como: mudanças climáticas, guerras nucleares, pandemias ou até mesmo o mau uso e o fim de recursos essenciais. Tão ruins quanto estes problemas contemporâneos podem ser, é difícil argumentar que estas possíveis ameaças poderiam exterminar a biologia da face da Terra.

E em qualquer caso os tipos de cenários de ‘fim-do-mundo’ examinados em filmes como este “2012” não são destruições geradas pelos humanos. São enfim calamidades lúgubres causadas por fatores externos absurdos (exemplo: alinhamentos galácticos perturbadores). Para tais fenômenos externos que tanto deixam os leigos preocupados o principio do “por-que-agora?” se aplica perfeitamente.

Pensar diferente disso é o mesmo que assumir que é o Cosmos que gira em torno da Terra ou que a Terra é o centro do Universo… e isso era uma idéia obsoleta de 500 anos atrás.

Fontes e referências

Space.com:

Explicações científicas sobre 2012:

Universe Today:

365 Days of Astronomy: Will the World End in 2012?

._._.

20 comentários

6 menções

Pular para o formulário de comentário

  1. ROCA

    Lembramos aos nossos leitores que os comentários que desrespeitarem os Termos de Uso do Blog não serão publicados.

    Para saber as regras: http://eternosaprendizes.com/termos-de-uso/

    Façam bom uso do blog, afinal este é um espaço para troca de conhecimento.

  2. helgawsimon

    Gostei da reportagem, sempre tive confiança em gente que estuda e pesquisa principalmente nos nossos cientistas, estão de parabens, temos vozes firmes onde nos apegarmos para não sermos jogados de um lado para outro,como pelo vento por idéias sem base na ciencia.

  3. Sybylla

    O mais engraçado é ver as pessoas acreditarem nessas baboseiras antes de procurar saber a se são verdade. Não é porque um cara publica um livro que ele é digno de confiança e que sua palavra é final e absoluta.

    Mas concordo sobre a questão dos impostos em 2013… =D

  4. Franci

    Eu já penso que os tais “sinais” que acontecem nada mais são do que um alerta ao homem para que cuide mais do planeta. É a natureza protestando.

    1. ROCA

      Mas isso não tem nada a ver com falsa profecias e 2012, certo?

  5. jean

    ólha eu não sei se acredito pois vi muitos videos e pesquisei varios sites na internet e realmente tem muitos fatos q se for pençar bem e compara com as coisas q ja vem acontesendo tais como furacoes terremotos..tsunamis.. e coisas to tpw da pra intender isso como um aviso… mais depois de ler atentamente os posts e comentarios desse blog aki fiquei muito mais calmo eu pensando bem axo q realmente não havera o fim do mundo em 21 de dezembro de 2012 ” o ano da profecia” muito obrigado por exclareser varias duvidas minhas e espero q esclareça de muitas maus pessoas seja u q for aconteçer q Deus nos ajude

    obrigado de novo abrass =]

  6. Paulo Rudzinski

    Parabéns a todos pelas excelentes matérias aqui contidas. Fiquei fã.
    Cito o eternosaprendizes.com em meu blog onde acabo de postar um escrito justamente para desfazer os mal-entendidos sobre 2012 e poder apaziguar as mentes dos jovens e crianças da minha família (não sei se alguém mais lê o meu blog…). Também deixei lá o link para cá, bem como o crédito das informações.
    Abraços
    Paulo Rudzinski

    1. ROCA

      Obrigado, Paulo, pelo feed-back.
      Nossa intenção é a divulgação científica e faz parte da disseminação de conhecimento também desmistificar a pseudo-ciência. Há uma dose fortíssima de falsa-ciência, meias-verdades e mentiras no tema 2012. Não podemos nos calar quanto a isso. No início do ano eu notei que não haviam antídotos para estas mentiras na língua portuguesa e assim decidi escrever sobre o tema trazendo a série de textos do PHD em astrofísica solar Ian O’Neill. Entrei em contato com Ian e perguntei se podia traduzir os artigos dele para português e ele não só autorizou como também postou links citando a tradução no blog dele astroengine.com. Depois tivemos o posicionamento de outros cientistas como Dr. Neil DeGrasse Tyson, Dr. Seth Shostak e Dr. Don Yeomans, postados aqui.
      .
      Convém ressaltar que não temos absolutamente NADA contra o filme, um blockbuster de 200 milhões de dólares de renomado diretor de Godzilla e Independence Day. Trata-se de uma boa diversão com excelentes efeitos especiais, uma boa e divertida ficção! Para quem gosta de filme-catástrofe é um prato-cheio. E paremos por aí pois os eventos do filme não tem base científica. Mas Godzilla também não tinha e Independence Day idem… Mas foram divertidos e nos alegraram.
      .

  7. Mirian Martin

    Mas qual é o problema?! Todo mundo esperou o fim do mundo em 2000 e ele não veio. Alguns malucos morreram porque eram malucos e já iam morrer independente de ser uma data “catastrófica”. Com 2012 vai ser a mesma coisa. Alguns vão saltar do 12o. andar de qualquer prédio, sem nem olhar para o céu ou ler os jornais. 2012 vai passar e o mundo vai continuar. A economia global ainda será reajustada, muitos ainda perderão mais dinheiro do que gostaria, uns morrerão infartados por causa disso, outros rirão porque sairão lucrando com a desgraça alheia. Potências internacionais se aliarão, blocos de interesses comerciais farão pactos sem consultar o interesse do povo. A humanidade ainda padecerá de fome e sede enquanto muitos andarão de carro zero km. Os tubarões será uma raça em extinção e os golfinhos será a caça da vez. Os ratos dominarão a Terra definivamente e, quem sabe, seremos obrigados a pegar nossas mochilas e caminhar pelas galáxias. E 2012 será apenas um filme que um dia foi um sucesso estrondoso e um ano como outro qualquer…

  8. eternosaprendizes.com

    Aposto que Hollywood vai lucrar bilhões de dólares com esse filme… O pior é que muitos não sabem diferenciar a ficção da vida real… Os apocalípticos sairão das salas de cinema em êxtase à espera do fim do mundo, comprarão bonés, camisetas, livros, DVDs, roupas íntimas, tudo com o slogan “Eu amo o fim do mundo!” ou “100% 2012”… Sim… Apocalípticos amam apocalipses, aquecerão o comércio do fim mundo… Preparem os artigos para venda comerciantes! Não há melhor hora para lucrar com o “fim do mundo”!

  9. mafalda

    Bem o filme n é uma vergonha , e apenas um filme , mais uma grande produçao com efeitos especiais espectaculares k falam de uma profecia , nada mais simples . se acredito k o mundo vai acabar em 2012? nao , nao acredito , mas tb nem a propria profecia maia , fal k o mundo acaba , na realidade fala de um acontecimento a nivel global k mudara o destino dos seres humanos e os fara subir um nivel no caminho da evoluçao . nao vejo nada de estranho! alias o calendario maia , nunca acaba porque ao contrario do nosso k e linear o maia é “circular” composto por ciclos k se repetem ,alem de k suas profecias se extendem para la do ano 4000. Acredito realmente k a sociedade actual cm a conhecemos acabará , a historia prova k as civilizações estao condenadas a desaparecer ou a evoluir e a nossa n é excepção e tudo fazemos para k isso aconteça . Certamente k uma civilizaçao cuja base repousa inteiramente sobre extraçao e uso , logo do esgotamento de uns poucos recursos nao renovaveis é a mais vulneravel especie de civilizaçao que alguma vez existiu . e se é possivel acontecer uma grande catastrofe k todos falam de mudanças do campo magnetico terrestre e planetazinhosfora de orbita , bem kto ao planetazinho e bem improvavel , mais provavel ver uma mudança dos polos magneticos , e tal cm falam no artigo e imprevisivel , porke n , nesse dia 21 de dezembro de 2012? n vejo nada de estranho , a terra tem documentado no fundo do oceano atraves das novas camadas k o rifte vem expelindo e formando novas crosta todas essas variaçoes e elas existem , mas nos ca estamos. e sinceramente se realmente acontecer um fenomeno assim , kero e estar bem ekipada com um grande telescopio pr poder observar esse alinhamento e todas essas transformaçoes . E espero sincermente k a professia se cumpra , k o homem evolua , k ganhe consciencia de k e um ser do universo e do seu planeta , nao o planeta e o universo k e dele . O certo e k a humanidade esta a mudar ! So espero k a tomada de consciencia venha a tempo !

  10. Monalisa

    Esse filme é uma vergonha para o Cinema Internacional

  11. Skywalker

    É realmente frustrante a ignorância humana.
    Basta um espertalhão qualquer publicar um livro se dizendo especialista em coisa nenhuma e inventar que “trabalha na NASA” que milhares de incautos caem como patinhos e correm a comprar essas inutilidades literárias.
    Basta ver o estrondoso sucesso que fazem entre o público leigo e com pouca vontade de pesquisa ou preguiça mesmo, filmes do naipe de “Quem somo nós” ou ” O Segredo”.
    Se não bastasse os tais “espertalhões literários”, ainda temos que aturar os “Catastrofistas” de Hollywood que faturam alto com seus filmes de muitos efeitos especiais mas pouco ou nenhum enredo.
    Santa ignorância!

  12. algitec

    Eu acho que não é tão simples. Existem relatos antigos que falam de acontecimentos do nosso tempo, Isso é inegável!!!.

    É lógico que os cientistas tem explicação para quase tudo, e eles estão certos! mais sempre existe o mistério da vida.

    Por ex: Espiritos ou Fantasmas como as pessaos chamam, a grande maioria das pessoas nunca viu. Mais eu já vi junto com meu tio. A nossa visão foi por poucos segundos e até hoje não vi nenhuma razão para o acontecimento, simplesmente aconteceu.

    A unica coisa de util que tirei dessa experiencia é saber que existem coisas alem do nosso conhecimento.

  13. BUENO

    Reeditando, por falta de palavra (que truncou o entendimento)

    É interessante notar que, apesar de todo o desenvolvimento tecnológico a que chegamos enquanto humanidade, nossos pés ainda estão enterrados no pântano do mito e da superstição. Parece ser “eterna” a busca de respostas ao “quem sou”, “de onde vim”, “para onde vou”… e, em virtude do desconhecido, a presença do medo. E diante do medo, a busca de respostas, alimentando mitos e superstições. Talvez, como catarse, tenhamos criado todos esses apocalipses.
    No fundo, no fundo talvez sejamos restos de “Amonites” encaracolados no fundo do oceano em busca de algo que não sabemos.
    V. http://pt.wikipedia.org/wiki/Amonites

  14. CATIA

    Como se explica as histórias sobre os anunnakis, descoberta pelo historiador e arqueólogo Zecharia Sitchin, que escreveu vários livros sobre o assunto. Tudo estava escrito, com avançados conhecimentos em astronomia nas táboas sumérias de argilas em escrita cuneiforme, achadas na mesopotânea. O perigo está na aproximação do planeta X, o qual fará nova aproximação em 2012 e desestabilisará o magnetismo da terra, invertendo os polos, fazendo com que toda terra submersa suba. Será um caos total. Esse renomado cientista agora trabalha para a Nasa. O que será que ele faz lá? Será que eles tem algum plano de desviar o planeta de sua rota que acontece a cada 3.600 anos? O caso é muito sério. Ainda existem aqueles que dizem que, os que possuem capacidade pararormal vão conseguir, com a força da mente desviar esse enorme planeta que é 4 vezes maior que a terra. Eu pessoalmente tenho pesquisado técnicas de sobrevivência em catástrofes. Vai ser preciso muito conhecimento em técnicas manuais e rurais. Todo esse nosso conforto vai acabar. É melhor prevenir do que remediar.

    1. ROCA

      Prevenir o que? O que não vai acontecer. O ‘caso’ não tem nada de sério.

      São grandes mentiras inventadas para ganhar dinheiro dos incautos, vendendo livros, filmes, DVDs, camisetas e outras bugingangas.

      Você deveria dar uma lida nos artigos abaixo e parar de falar sobre algo que não existe. Nibiru é mito, é lenda, é uma mentira. Leia abaixo as razões.

      Dr. Neil deGrasse Tyson fala sobre o que (NÃO) vai acontecer em 2012 e explica o alinhamento galáctivo, que ocorre anualmente…
      http://eternosaprendizes.com/2009/02/20/2012-universe-today/

      2012: Não haverá tempestade solar assassina
      http://eternosaprendizes.com/2009/02/11/2012-nao-havera-tempestade-solar-assassina/

      2012: Não haverá inversão dos pólos magnéticos da Terra
      http://eternosaprendizes.com/2009/02/03/2012-nao-havera-inversao-dos-polos-magneticos-da-terra/

      2012: Não Haverá Juízo Final
      http://eternosaprendizes.com/2009/01/26/2012-nao-havera-juizo-final/

      2012: Não haverá Planeta X
      http://eternosaprendizes.com/2009/01/22/2012-nao-havera-planeta-x/

      2012: o Planeta X não é Nibiru
      http://eternosaprendizes.com/2009/01/18/2012-o-planeta-x-nao-e-nibiru/

      2012: Não haverá nenhum cometa assassino, Nibiru ou Planeta-X
      http://eternosaprendizes.com/2009/01/12/2012-nao-havera-nenhum-cometa-assassino-nibiru-ou-planeta-x/

      365 Days of Astronomy: Will the World End in 2012?
      http://cosmoquest.org/x/365daysofastronomy/2009/04/27/april-27th-will-the-world-end-in-2012/

      O mito de Nibiru e o fim do mundo – David Morrison
      http://misterios.net63.net/?p=98

  15. Jairo Grossi

    É incrível, como as pseudociências, tais como a astrologia e as adivinhações têm lamentavelmente ocupado há tanto tempo o espaço da ciência, apesar da luta de tantas pessoas que dedicaram suas vidas contra isso, como, por exemplo, Carl Sagan.
    É fácil ganhar dinheiro com a farsa, mas acho que lucrar com essas enganações e mentiras é uma tremenda falta de compromisso com a formação de cidadãos que deveriam, para seu próprio bem, primar pelo pensamento crítico, racional e libertador.
    Que bom seria se os jornais, ao invés de reservarem espaço para horóscopos, por exemplo, dedicassem uma coluna para divulgação da boa astronomia. Há tantas pessoas competentes para exercerem este trabalho. Você, ROCA, poderia ser uma delas.
    Aqueles que lucram com esta ignorância coletiva, como é o caso dos produtores e patrocinadores deste filme, devem estar anciosos em ver os cinemas lotados de pessoas, muitas delas acreditando que estarão sendo finalmente informadas da “verdade” que estaria sendo escondida, para não criar um pânico geral. Difícil vai ser convencê-las depois de assistirem o filme, de que tudo isso não passa de uma armação comercial bem tramada, na qual as principais vítimas foram seus próprios cérebros.

    1. Mirian Martin

      Ficção é uma coisa, um documentário sério é outra. 2012 nunca se propôs a ser um documentário, assim como outros filmes de “destruição global” que se utilizam de alguns (só alguns) dados reais para dar algum toque de realismo na trama.
      Ser sério na informação, preciso, fazer pesquisa, buscar a verdade é muito importante para criarmos novas tecnologias.
      Por outro lado, a ficção lança desafios, quer para aquilo jamais acontecer, quer para ser alcançada.
      Se acreditamos em tudo o que o cinema nos passa, quem pegou toda a série de Star Trek, ou Star Wars está num hospício.

  16. Mirian Martin

    Adorei a idéia de não pagar imposto em 2013, mas logo em seguida você acaba com a possibilidade. Segundo meu marido, o calendário maia acabou por ali porque não deu tempo de fazer a segunda pedra. Quanto a mim, acho que o mundo um dia acaba e só sobrarão as formigas e as baratas. E duvido que um ET irá querer pisar na Terra depois disso. 🙂
    Mas, criar fantasias é coisa que nasceu com o homem, desde o primeiro fruto proibido… 😉

  1. 2012: Não haverá nenhum cometa assassino, Nibiru ou Planeta-X » AstroPT - Informação e Educação Científica

    […] Seth Shostak do instituto SETI fala sobre o tema 2012 e comenta o filme […]

  2. 2012: Não haverá nenhum cometa assassino, Nibiru ou Planeta-X « Eternos Aprendizes

    […] Seth Shostak do instituto SETI fala sobre o tema 2012 e comenta o filme […]

  3. 2012: o Planeta X não é Nibiru « Eternos Aprendizes

    […] Seth Shostak do instituto SETI fala sobre o tema 2012 e comenta o filme […]

  4. 2012: Don Yeomans cientista da NASA e coordenador do programa NEO explica o que não vai acontecer « Eternos Aprendizes

    […] Seth Shostak do instituto SETI fala sobre o tema 2012 e comenta o filme […]

  5. 2012: Não haverá inversão dos pólos magnéticos da Terra « Eternos Aprendizes

    […] Seth Shostak do instituto SETI fala sobre o tema 2012 e comenta o filme […]

  6. 2012: Dr. Neil deGrasse Tyson fala sobre o tema e explica sobre o alinhamento galáctico « Eternos Aprendizes

    […] Seth Shostak do instituto SETI fala sobre o tema 2012 e comenta o filme […]

Deixe uma resposta