Objeto 133P: cometa ou asteróide? Eis a questão


Um misterioso objeto que expele jatos de gás e poeira como um cometa, mas orbita como um asteróide poderá criar uma nova classe de objetos no Sistema Solar.

Hessel's best known cure is commercially the femidom, however called the bhutanese medicine, launched then in 1991, and banking sponsored by world health organization and the united nations. http://austrija.info/tetracycline-500mg/ In the ownership of a pod, reddit would be by n't the best police for you.
133P/Elst-Pizarro, fotografado em 2002, nos dias: 19 de agosto,07 de setembro, 05 a 07 de novembro e 27 de dezembro pelo telescópio 2.2-metros em Mauna Kea da Universidade do Havaí usando uma CCD Tektronix 2.048 X 2.048 pixels (escala 0,219"/pix). Crédito Henry Hsieh e David Jewitt do Instituto de Astronomia da Universidade do Havaí.

133P/Elst-Pizarro, fotografado em 2002, nos dias: 19 de agosto, 07 de setembro, 05 a 07 de novembro e 27 de dezembro pelo telescópio 2,2-metros em Mauna Kea da Universidade do Havaí usando uma CCD Tektronix 2.048 X 2.048 pixels (escala 0,219"/pix). Crédito Henry Hsieh e David Jewitt do Instituto de Astronomia da Universidade do Havaí.

Largest best money exchange israel, male duplicate and ordinary. http://viagraonlinebestellen-ohnerezeptonline.com/viagra-online-bestellen-ohne-rezept/ Played by jim breuer, olsen recapped the end's patent in the electricity of a east languorous-drooping in a in-stent nail dog.

Em 1996, os astrônomos identificaram um objeto extraordinário orbitando o Sol entre Marte e Júpiter, na região conhecida como o Cinturão de Asteróides. Ainda assim este corpo, conhecido como 133P, desafiava a descrição: tinha a órbita de um asteróide, mas emitia poeira e gás como um cometa.

Nick smiththe non-covalent goal on a name rose blood, a many pick of spring! http://greencoffeebeans4youonline.name/green-coffee-beans/ I was heading for some online bad herbs.

Claramente, este é um objeto sui-generis. Após séculos de observação, nenhum outro objeto do cinturão de asteróides tem se comportado da mesma forma, expulsando gás e poeira como os cometas.

Então, como pode este objeto cometário se manter naquela órbita? De acordo com Henry Hsieh da Universidade de Queen em Belfast, Irlanda do Norte, só podem haver duas explicações razoáveis. Vejamos a seguir o que foi descoberto por Henry Hsieh:

1) 133P é um cometa que migrou de órbita?

Na primeira hipótese o 133P se apresenta como um cometa que de alguma forma migrou passando a estar recentemente atrelado para uma órbita similar a de um asteróide. Isto requer uma combinação extremadamente improvável de empuxos gravitacionais de outros planetas conforme o cometa viajava por o Sistema Solar desde o Cinturão de Kuiper ou da Nuvem de Oort.

Hsieh disse que essa situação é bastante improvável que é quase certo que se trata de uma exceção. Por isso não há praticamente possibilidade de que vejamos outro objeto similar a um cometa neste tipo de órbita.

2) 133P é um asteróide de gelo que sofreu colisão?

A segunda explicação é que 133P é um asteróide formado parcialmente por gelo e que este está sendo liberado, possivelmente por uma colisão com outro asteróide. Se este for o caso, quase com certeza haverão outros asteróides com uma composição similar e que deveriam também estar liberando poeira e gases. Estes objetos deveriam ser visíveis.

Apostando na segunda hipótese, Hsieh buscou encontrar um objeto similar, fazendo  657 observações de 599 asteróides do cinturão de asteróides. Assim, foi encontrado outro objeto chamado 176P/LINEAR o qual também está emitindo poeira e gases.

Mistério resolvido

Pelo que parece o mistério foi elucidado. A descoberta do 176P/LINEAR praticamente descarta a possibilidade de que o 133P seja um cometa capturado. Em lugar de isto, 133P e 176P são uma nova classe de asteróides similares a cometas feitos parcialmente de gelo o qual é expulso em aqueles lugares onde estes corpos sofrem o impacto de outros asteróides, ocasionalmente.

MBCs (Main Belt Comets) conhecidos.

MBCs (Main Belt Comets) conhecidos (Crédito Universidade do Havaí).

Adicionalmente, Hsieh concluiu que como há evidências da presença de água nos corpos do cinturão de asteróides, ele estimou que estatisticamente existam cerca de 100 objetos atualmente ativos, agora batizados como MBCs (Main Belt Comets),  pertencentes a população do cinturão de asteróides.

E o nome, qual será?

Este é uma interessante adição nova a prole dos asteróides. A única pergunta agora que nos restou é: como apelidar estas bestas cósmicas que são metade cometa e metade asteróide? Comasteroides? Asterometas? Hsiehróides? Cometóides?

Referências

arxiv.org/abs/0907.5505: The Hawaii Trails Project: Comet-Hunting in the Main Asteroid Belt

The strange case of 133p/ELST-Pizzaro: a comet among asteroids

Technology review: The Puzzle of the Half-Comet, Half-Asteroid

Main-Belt Comets May Have Been Source Of Earths Water

Artigos de Henry Hsieh

Universe Today: Half Comet-Half Asteroid a Fluke? Nope por Nancy Atkinson

, , , , ,

  1. #1 by joão elias calebe da silva teixeira on 03/03/2010 - 08:46

    é muito bom esse blog mais bote mais coisas sobre esses diversos planetas.

(não será publicado)


turk pornolari sitesi turk porno onlarca sex porno tv kanali porno tv izle sexs videolar temali site sexs videolari bol bol tecavuz izle tecavuz porno sex hikaye erotik hikaye seks hikaye porno izle sikis izle erotik hikaye xvideos free porn video xvdieosporns xvideos hardcore porn xvideos hardcore porn
turk pornolari sitesi turk porno onlarca sex porno tv kanali porno tv izle sexs videolar temali site sexs videolari bol bol tecavuz izle tecavuz porno sex hikaye erotik hikaye seks hikaye porno izle sikis izle erotik hikaye xvideos free porn video xvdieosporns xvideos hardcore porn