Arquivo por mês: agosto de 2009

ago 31

O ‘gole escuro cósmico’ foi responsável pela formação dos buracos negros supermassivos primordiais?

Não! O “gole cósmico” não é uma campanha de venda de refrigerantes ou bebidas… O “Dark gulping” (gole escuro / deglutição negra cósmica / o trago negro) é uma hipótese inovadora sobre como os gigantescos buracos negros centrais das galáxias primordiais surgiram a partir do colapso da matéria escura. Os buracos negros supermassivos são um …

Continue lendo »

ago 30

Alnitak, Alnilam e Mintaka: o cinturão de Órion sob a lente de Martin Mutti

Alnitak, Alnilam e Mintaka são as três brilhantes estrelas azuis da esquerda para a direita (leste para oeste) ao longo da diagonal nesta aguçada visão cósmica. Conhecidas também como o asterismo chamado de ‘Cinturão de Órion‘, essas três supergigantes azuis são muito mais quentes e massivas que o Sol. Estas estrelas poderosas residem a cerca de 1.500 …

Continue lendo »

ago 28

Qual a origem dos Anéis de Saturno?

Os anéis de Saturno têm fascinado os cientistas desde que o astrônomo italiano Galileu Galilei os observou pela primeira vez usando um de um dos seus telescópios no século XVII. Até hoje, contudo, a origem dos anéis gelados continua para nós um mistério que persiste sem explicação a cada nova descoberta científica. Sabemos agora que …

Continue lendo »

ago 26

WASP 18b: o raro planeta suicida que espirala em queda para dentro de sua estrela mãe

Um novo exoplaneta muito raro está caindo em espiral e será absorvido pela sua estrela no futuro próximo. A descoberta, realizada por uma equipe internacional que inclui astrônomos da Universidade de St. Andrews, é tão extravagante que as probabilidades de achar tal cenário desta etapa final de vida de um exoplaneta como este seriam de 1.000 contra 1. O “enorme novo planeta” foi descoberto pelo projeto WASP do Reino Unido, do qual a Universidade de St. Andrews é patrocinadora.

ago 25

NGC 4631 e NGC 4656: A baleia azul e o taco de hóquei

O observatório espacial de raios-X Chandra retratou em 2001 a galáxia espiral NGC 4631 e seu halo de gás aquecido emitindo raios-X.

NGC 4631 é uma belíssima galáxia espiral, vista de lado, acima, à direita, a apenas 25 milhões de anos-luz da Terra na constelação de Canes Venatici. O formato levemente distorcido desta galáxia sugere seu apelido de Galáxia da Baleia. A NGC 4631 tem tamanho similar ao da nossa galáxia, a Via Láctea. Retratada nesta rica …

Continue lendo »

ago 24

Recenseamento estelar usando o GALEX aponta que há muito mais estrelas pequenas do que pensávamos

Durante décadas, os astrônomos descreveram o Universo assumindo regras em que estrelas de certos tamanhos se formam em certas quantidades relativas. Tal como as mercearias vendem melões únicos e as uvas em cachos [com uma dúzia ou mais], acreditava-se que o Universo gerava as estrelas em lotes específicos. Em outras palavras, pensava-se que havia uma …

Continue lendo »

ago 22

A nebulosa de Gum sob a lente de Axel Mellinder

A nebulosa de Gum ganhou esse nome em homenagem ao astrônomo australiano Colin Stanley Gum (1924-1960). A Nebulosa de Gum é tão grande e próxima que na verdade é até difícil de visualizá-la. Na verdade, estamos a cerca de 450 anos-luz da borda frontal desta nuvem cósmica de hidrogênio brilhante e a 1.500 anos-luz de …

Continue lendo »

ago 20

Estarão as civilizações galácticas em ilhas isoladas de um vasto oceano interestelar?

Dr. Seth Shostak, astrônomo e líder do programa de procura por vida extraterrestre inteligente, o SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence), falou aqui sobre a impossibilidade de existir um “império galáctico” e as formidáveis dificuldades de contato entre as possíveis civilizações inteligentes da galáxia. Vamos ver a seguir o que pensa Dr. Seth sobre esse tema…

Continue lendo »

ago 19

O enigma da corona solar superaquecida parte 2: As nanoflamas solares explicam a alta temperatura da corona solar?

Pequenas explosões de calor e energia denominadas de nanoflamas provocam a elevação das temperaturas da atmosfera do Sol que alcançam milhões de graus de temperatura, conforme os cientistas da NASA. A atmosfera exterior do Sol, chamada de corona solar, está repleta de loops de gás aquecido que se formam arcos a grande altura sobre a …

Continue lendo »

ago 17

Aminoácido descoberto pela sonda Stardust no cometa Wild 2 causa comoção nos cientistas que buscam pela vida extraterrestre

Cientistas da NASA descobriram o aminoácido glicina, um dos blocos fundamentais da vida, em amostras do cometa Wild 2 recolhidas pela sonda Stardust [que significa ‘poeira das estrelas’] da NASA. A Glicina é um dos Blocos Fundamentais para a Vida “A glicina é um aminoácido usado pelos organismos vivos para construir proteínas e esta é …

Continue lendo »

Posts mais antigos «