«

»

jul 12

ESA e NASA estabelecem iniciativa conjunta para explorar Marte

O telescópio especial Hubble da NASA/ESA obteve essa imagem de Marte, 11 horas antes do planeta ter efetuado sua aproximação máxima em relação a Terra. Os dois planetas estavam distantes cerca de 55.760.220 km, em 26 de agosto de 2003. Hubble usou sua câmera planetária de campo profundo número 2. Créditos: NASA, J. Bell (Cornell U.) e M. Wolff (SSI)

O telescópio especial Hubble da NASA/ESA obteve essa imagem de Marte, 11 horas antes do planeta ter efetuado sua aproximação máxima em relação a Terra. Os dois planetas estavam distantes cerca de 55.760.220 km, em 26 de agosto de 2003. Hubble usou sua câmera planetária de campo profundo número 2. Créditos: NASA, J. Bell (Cornell U.) e M. Wolff (SSI)

 

Em 29 e 30 de junho de 2009 o diretor de Ciência e Exploração Robótica da ESA, David Southwood, reuniu-se com o administrador associado para a Ciência da NASA, Ed Weiler, em Plymouth, no Reino Unido, para estabelecer uma forma de criar um programa de exploração do Planeta Vermelho. O resultado deste encontro bilateral foi um acordo relativo denominado Iniciativa Conjunta de Exploração de Marte (MEJI: Mars Exploration Joint Initiative) que irá fornecer uma plataforma que permita às duas agências definir e desenvolver seus objetivos programáticos, científicos e tecnológicos relativamente a Marte.

As conversações entre a ESA e a NASA começaram em Dezembro de 2008, a partir da recomendação do Conselho Ministerial da ESA de procurar cooperação internacional para completar a missão ExoMars e preparar missões de exploração robótica a Marte. Ao mesmo tempo, a NASA estava em processo de reavaliação do seu programa de exploração de Marte depois do lançamento do Laboratório Científico de Marte ter sido adiado, de 2009 para 2011.

A união faz a força

Esta iniciativa surgiu como uma oportunidade para a ESA e a NASA aumentarem a sua cooperação e expandirem as suas capacidades coletivas. Para avaliar todas as opções em profundidade foi constituído um grupo de trabalho entre a ESA e a NASA, em conjunto com um conselho executivo para conduzir os esforços e desenvolver as recomendações finais sobre a forma de proceder.

No encontro bilateral em Plymouth, o conselho executivo recomendou que a NASA e a ESA as oportunidades de lançamento no âmbito do MEJI em 2016, 2018 e 2020, com módulos e naves a conduzir investigações de caráter astrobiológico, geológico, geofísico e de outro tipo igualmente prioritário, como a coleta das amostras planejado para a década de 20. O diretor da ESA e o administrador associado da NASA concordaram em estabelecer esta iniciativa e continuar os estudos para determinar a arquitetura da missão conjunta mais viável.

A ESA e a NASA concordaram em estabelecer uma equipa para assistir as agências no planejamento das missões. À medida que os projetos forem progredindo, estes serão analisados pelos estados-membros e pela Academia Nacional das Ciências Americana, para serem aprovados. Esta colaboração única de missões e tecnologia irá estabelecer o caminho para excitantes descobertas em Marte.

Fontes:

Universe Today:  Going to Mars Together por Nancy Atkinson

ESA: ESA and NASA establish a joint Mars exploration initiative

._._.

1 menção

  1. Viagem a Marte em 39 dias? Como conseguir isso? « Eternos Aprendizes

    […] ESA e NASA estabelecem iniciativa conjunta para explorar Marte […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>