«

»

maio 03

2009 HC82: Novo asteróide recém descoberto deixa astrônomos intrigados

O Sistema Solar sempre trás surpresas para os astrônomos, mas a recente descoberta do asteróide 2009 HC82 com 2 a 3 km de diâmetro colocou os observadores de ‘orelha em pé’. O asteróide tem uma órbita retrógrada o que é uma anomalia em relação aos demais asteróides. Esse objeto NEO (Near Earth Object) já havia sido detectado anteriormente devido a sua órbita esdrúxula.

neo_earth-250x150Trata-se de uma órbita fortemente inclinada e no sentido inverso ao compararmos com o resto dos corpos do Sistema Solar com um período de 3,39 anos terrestres. Ainda mais ele se aventura perto demais da Terra (3,5 milhões de quilômetros) o que o transforma em um asteróide potencialmente perigoso (PHA).

O asteróide 2009 HC2 foi descoberto em 29 de abril de 2009 através da bem sucedida Catalina Sky Survey e depois disso cinco observações independentes confirmaram sua existência. Além do cálculo apurado do seu período, estimado em 3,39 anos, os astrônomos verificaram a inclinação de 155° em sua órbita com relação a ecliptica do Sistema Solar. Embora as órbitas inclinadas não sejam tão raras, achar um asteroide retrogrado (inclinação > 90°) é extremamente dificil. Outro caso raro é o corpo detectado em setembro de 2008 (Kuiper Belt Object Travelling the Wrong-Way in a One-Way Solar System), descoberto pela Universidade Inglesa de Columbia e denomimado 2008 KV52, com inclinação >90º e apelidado de “Drac” (lembrando a habilidade de Drácula em subir as paredes).

2009 HC82 é raro e estranho. Orbitando na contramão do Sistema Solar, de forma inclinada e altamente excêntrica, esse corpo é bizarro e potencialmente perigoso. Embora seu tamanho de 2 a 3 km seja bem inferior ao asteróide responsável pela extinção K/T (Cretáceo – Triássico) que exterminou os dinossauros (diâmetro = 10km). Ele tem dimensões suficientes para causar uma devastação em larga escala global se nos atingir.

A órbita retrógrada, inclinada e excêntica do asteróide 2009 HC82. Crédito: NASA

A órbita retrógrada, inclinada e excêntica do asteróide 2009 HC82. Crédito: NASA

Todos esses componentes orbitais levam a especulação de que 2009 HC82 é um ‘cometa evaporado‘. Os cometas originam-se da nuvem de Oort, uma região teórica repleta de núcleos cometários que ocasionalmente é afetada gravitacionalmente por estrelas que eventualmente se aproximam do sistema Solar.

A nuvem de Oort não está restrita ao plano da eclíptica como o cinturão de asteróides ou o cinturão de Kuiper. A nuvem de Oort é uma capa esférica que encapsula o sistema Solar. Assim tal origem pode eventualmente explicar a trajetória anômala do 2009 HC82 se este for um cometa cujo gelo praticamente já se evaporou nas suas andanças pelo Sistema Solar interior.

Brian Marssen do Minor Planet Center concorda que alguns asteróides retrógrados poderiam ser cometas queimados. A característica de tamanho e formato de 2009 HC82 são similares ao do cometa Encke, exceto pela inclinação, ele afirmou, e diferença dele para o Encke é a ausência da cauda cometária.

Novas observações são necessárias antes de uma conclusão definitiva a ser tomada, mas Mardsden está intrigado sobre a razão de só agora termos descobertos esse objeto. “Ele teria sido facilmente observável no ano 2.000″, destaca Marsden, “por que não o vimos?“. Vamos tentar responder em breve tal questão…

Fontes e Referências:

New Scientist: Nearby asteroid found orbiting sun backwards por Jeff Hecht

Universe Today: 2009 HC82: A Burnt-Out, Eccentric and Backward Near-Earth Asteroid por Ian O’Neill

NASA JPL: 2009 HC82 Impact Risk

Estadao.com.br: Asteróide em órbita retrógrada surpreende astrônomos [Astro de quase 3 km de largura e que passa perto da Terra deveria ter sido visto anos atrás, dizem cientistas]

Tunguska: o mistério foi finalmente resolvido? Um fragmento de cometa explodiu como uma bomba?

Cometas não só podem aniquilar a vida, mas também impedir que ela apareça!

Asteróide 2009 DD45 passou de raspão pela Terra nesta segunda-feira [atualizado]

._._.

5 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. pedro

    Breaking Banjamin -Diary of Jane!

    Muito maneiro o Asteróide!

  2. lukelly lopes

    interesante quando estiver fazendo faculdade farei a de astronomia. amooo de+++ por isso que irei morar na california!!!

  3. André

    Ótima matéria, vou procurar mais sobre o assunto.

  4. Bruno

    Segundo estudos, esse asteróide tem aproximadamente um diâmetro de 1900m – o suficiente para provocar uma catástrofe mundial.

    1. ROCA

      Correto, segundo as fontes o diâmetro fica entre 2 a 3 km. Um asteróide desse porte pode trazer extinção local em massa e afetar o clima terrestre por alguns anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

error: Esse blog é protegido!