«

»

mar 12

Quase desastre: lixo espacial passa de raspão pela Estação Espacial Internacional

12/03/2009

9089_singleOs três membros a bordo da Estação Espacial Internacional foram orientados para “evacuar” para dentro da espaçonave Soyuz hoje de manhã, quando foram notificados sobre o alto risco de choque da ISS com lixo espacial. Felizmente, os escombros passaram ao largo da estação espacial, sem danos.

Os controles operacionais da NASA e de Moscou receberam um “alerta vermelho” tardio em conjunto nessa manhã de quinta-feira confirmando que o objeto ameaçador, catalogado como “25090 PAM-D”  iria se aproximar perigosamente da ISS em 16:39 GMT.

O controle da missão contatou por rádio a tripulação da ISS alertando-os que a probabilidade de impacto era estatisticamente baixa, mas que devido ao seu tamanho caso objeto atingisse a ISS o tempo de fuga seria muito limitado (10 minutos).

Informações sobre o objeto ameaçador

Relatório com informações sobre o objeto ameaçador

Fontes da NASA informaram o objeto ameaçador trata-se de uma parte original do estágio do foguete Delta PAM-D, que havia sido usado para lançar o satélite GPS 37 em 1993. Chamado de “peso de ioiô”, o tal objeto consiste em uma pequena massa metálica atrelada a um cabo de 1 metro de comprimento que serve para impedir que o estágio do foguete, ao separar-se de sua carga, consiga reconectar-se por acidente. Embora a massa do ioiô seja menor que 1 kg, viajando a uma enorme velocidade de cerca de 28.000 km/h [7,8 km/s] qualquer objeto pequeno pode causar um sério impacto e representa um violento risco para qualquer espaçonave. O escombro passaria a 4.535 metros da ISS. Tal cenário já é suficiente para causar preocupações no espaço.

Tripulação atual da Estação Espacial Internacional

Tripulação atual da Estação Espacial Internacional

A tripulação respondeu ao alerta de forma rápida e profissional executando os procedimentos de emergência planejados. O comandante da ISS Mike Fincke e os outros dois membros da tripulação, Sandy Magnis (EUA) e Yuri Lonchakov (engenheiro de vôo da Rússia) seguiram os processos pré-estabelecidos fechando as passagens intermediárias e as janelas antes de entrar na Soyuz. A janela da Soyuz, por outro lado, foi deixada semi-aberta. Se a ISS fosse atingida, a tripulação teria que lacrar a Soyuz rapidamente e voar de volta a Terra.

ISS - Estação Espacial Internacional

ISS - Estação Espacial Internacional

Para saber detalhes atualizado consulte: NASASpaceflight.com

Fontes e referências:

Universe Today: Close Call: Astronauts Evacuate But Space Station Avoids Debris Hit por Nancy Atkinson

NASA Spaceflight.com: RED threshold late notice conjunction threat misses ISS – Crew egress Soyuz

Os satélites e o lixo espacial: quais são as estatísticas?

O problema do lixo espacial explicado em imagens

ROCA

4 menções

  1. O problema do lixo espacial explicado em imagens » O Universo - Eternos Aprendizes

    […] Quase desastre: lixo espacial passa de raspão pela Estação Espacial Internacional […]

  2. Os satélites e o lixo espacial: quais são as estatísticas? » O Universo - Eternos Aprendizes

    […] Quase desastre: lixo espacial passa de raspão pela Estação Espacial Internacional […]

  3. O lixo espacial é mantido sob controle? « Eternos Aprendizes

    […] e criou um campo de detritos que ameaça outros satélites operacionais. Em 12 de março de 2009 os três membros a bordo da Estação Espacial Internacional foram orientados para fugir para dentro da espaçonave Soyuz, quando foram notificados sobre o alto risco de choque da ISS com […]

  4. Viagem até Marte? Cuidado com os raios cósmicos! « Eternos Aprendizes

    […] o risco de uma explosão acidental de foguetes ou de receber um golpe de algum escombro espacial errante. O maior problema a ser enfrentado pelos astronautas em uma missão espacial de longa duração, […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

error: Esse blog é protegido!