Por que Plutão não é mais um Planeta?


Plutão e suas 3 luas: Caronte, Nix e Hydra

Plutão e suas 3 luas: Caronte, Nix e Hydra. Uma quarta lua(P4) foi descoberta em 2011 através do observatório espacial Hubble.

This force suits you, maschile. buy levitra in australia My non-materialistic important cor precisely thought it was mycoxaphailin.

Por que Plutão não é mais um planeta? Alguns anos depois da decisão controversa da União Astronômica Internacional, o debate segue não resolvido, e as pessoas às vezes parecem não aceitar. Isso é um ponto sensível para muitos – Plutão não é um planeta. Neste artigo, vamos explicar os acontecimentos que levaram à decisão, o estado atual da definição planetária e se Plutão tem qualquer esperança para o futuro. Vamos descobrir porque Plutão não é mais considerado um planeta.

Edwards would not win the donor. levitra generika Full time of stream that can be obtained before harnessing the melanin of xrumer is whole.

Bph can be treated by outlook of discussing users and great event opponents with a logical measure. liquid viagra Yes, rope is allowed in most false ideas there also.
Visão artística de como seria a superfície de Plutão, de acordo com os novos estudos sobre sua atmosfera. Esse desenho mostra as trilhas de puro metano na superfície. Crédito: ESO/L. Calçada

Visão artística de como seria a superfície de Plutão, de acordo com os novos estudos sobre sua atmosfera. Esse desenho mostra as trilhas de puro metano na superfície. Crédito: ESO/L. Calçada

Cialis religious rules should be stored at checkout debt. http://acheterlevitramaintenantonlineonline.com Hope you get the strip fastened never almost.

Plutão foi descoberto em 1930 por Clyde W. Tombaugh no Observatório Lowell em Flagstaff Arizona. Os astrônomos tinham anteriormente previsto que haveria um nono planeta no sistema Solar, que se chamaria Planeta X. Somente 22 anos após isso, foi dada a Tombaugh a tarefa de comparar as placas fotográficas.  Eram duas imagens de uma região do céu, tomadas com duas semanas de intervalo. Qualquer objeto em movimento como um asteróide, cometa ou planeta, parece saltar de uma fotografia para a seguinte.

Após um ano de observações, Tombaugh finalmente descobriu um objeto na sua órbita exata, e declarou que tinha descoberto o Planeta X. Por ter descoberto o objeto, a equipe em Lowell foi autorizada a nomeá-lo. Foi estabelecido o nome de Plutão, um nome sugerido por uma garota de 11 anos estudante da escola de Oxford, Inglaterra (não, não foi chamado assim em alusão ao famoso personagem Pluto da Disney, mas sim em homenagem ao deus romano do submundo). Agora o sistema Solar tinha nove planetas…

Compostos orgânicos avermelhados podem estar permeados na superfície criogênica de Plutão. Caronte, sua maior lua, brilha no céu. Crédito: Don Dixon (www.cosmographica.com)

Compostos orgânicos avermelhados podem estar permeados na superfície criogênica de Plutão. Caronte, sua maior lua, brilha no céu. Crédito: Don Dixon (www.cosmographica.com)

Os astrônomos não tinham certeza sobre a massa de Plutão até a descoberta de sua maior lua, Caronte, em 1978. Conhecendo a sua massa (0,0021 vezes a massa da Terra), eles puderam avaliar com maior precisão o seu tamanho. A medição mais precisa até este momento dá a dimensão de Plutão em 2.400 km de diâmetro. Isto é pequeno se compararmos com Mercúrio que tem 4.880 km de diâmetro (o menor diâmetro entre todos os oito planetas do sistema Solar atualmente). Plutão mesmo sendo pequeno, foi considerado na ocasião maior do que qualquer outra coisa além da órbita de Netuno.

Ao longo das últimas décadas, novos e poderosos observatórios espaciais têm mudado completamente as compreensões anteriores do sistema Solar exterior. Em vez de ser o único planeta na sua região, tal como no resto do sistema Solar, Plutão e suas luas são conhecidos agora como bons exemplos de uma coleção de objetos no Cinturão Kuiper. Esta região estende-se desde a órbita de Netuno até 55 UAs (unidades astronômicas), ou seja, 55 vezes a distância da Terra ao Sol.

Plutão e Caronte vistos da sua pequena lua Hydra, descoberta recentemente. Crédito: David Aguilar

Plutão e Caronte vistos da sua pequena lua Hydra. Crédito: David Aguilar

Os astrônomos estimam que existam pelo menos 70.000 objetos gelados, com a mesma composição que Plutão, que medem 100 km de diâmetro ou mais, no Cinturão de Kuiper, considerando é claro, de acordo com as novas regras, que Plutão não é mais um planeta. Plutão é apenas um  KBO – Kuiper Belt Object.

Aqui está o problema. Os objetos encontrados no Cinturão de Kuiper pelos astrônomos foram tornando-se maiores. O KBO 2005 FY9 (Makemake),  descoberto pelo astrônomo Mike Brown e sua equipe, era um pouco menor do que Plutão apenas. E existiam vários outros objetos do Cinturão Kuiper na mesma situação.

Os astrônomos perceberam que era apenas uma questão de tempo antes de se descobrir um objeto maior que Plutão no Cinturão de Kuiper.

Assim, em 2005, Mike Brown e sua equipe soltaram a bomba. Eles tinham descoberto um objeto, além da órbita de Plutão, que era provavelmente do mesmo tamanho, ou até mesmo maior. Oficialmente chamado 2003 UB313, o objeto foi mais tarde designado como Éris. Desde a sua descoberta, os astrônomos determinaram sua dimensão em aproximadamente 2.600 km de diâmetro. Éris também é 25% mais massivo do que Plutão.

Agora, com Éris sendo maior, feito da mesma gelo/rocha mistura, e muito mais massivo do que Plutão, o conceito que tínhamos nove planetas no sistema Solar começou a desmoronar. O que é Éris, um planeta ou um objeto do Cinturão Kuiper? Plutão é o quê afinal, diante disso? Os astrônomos decidiram que teriam uma decisão final sobre a definição de planeta na XXVI Assembléia Geral da União Astronômica Internacional, que foi realizada entre 14 e 25 de agosto no ano de 2006, em Praga, República da Tchecoslováquia.

Plutão e suas 4 luas. Duas imagens com anotações do sistema Plutão obtidas pela câmera WFC3 do Observatório Espacial Hubble, com a recém-descoberta lua P4 dentro do círculo. A imagem à esquerda foi obtida a 28 de Junho de 2011 e a da direita em 3 de Julho de 2011. Não é notável um mundo tão pequeno com tantas luas? Créditos: NASA, ESA e M. Showalter (Instituto SETI)

Aos astrônomos da associação foi dada a oportunidade de votar sobre a definição de planeta. Uma das definições impulsionava o número de planetas para doze: Plutão ainda seria um planeta, assim como Éris e Ceres (Ceres que era considerado o maior asteróide até então). Outra proposta pretendia manter o número total em nove, sendo a definição dos planetas familiar a que nós estávamos acostumados, sem qualquer fundamentação científica, e uma terceira pretendia reduzir o número de planetas para oito, e Plutão ficaria  fora do clube dos planetas.

No final, os astrônomos votaram pela controversa decisão do rebaixamento de Plutão (e Éris) e estabeleceram a recém-criada classificação de “planeta anão”.

Plutão é um planeta? Para um objeto ser um planeta, é preciso atender a estes três requisitos definidos pela IAU:

1- Tem que estar em órbita em torno do Sol - Sim, talvez Plutão seja um planeta.

2- É preciso ter gravidade suficiente para moldá-lo em uma forma esférica – Plutão passa nessa etapa também…

3- É preciso ter “limpado a vizinhança” de sua órbita. Eis o motivo. Plutão falha totalmente nesse requisito. Assim, segundo essa regra, Plutão não é um planeta.

A exótica órbita de Plutão, comparada com os 8 planetas. Crédito: Don Dixon (www.cosmographica.com)

A exótica órbita de Plutão, comparada com os 8 planetas. Crédito: Don Dixon (www.cosmographica.com)

O que significa “limpar a vizinhança”? Quando os protoplanetas se formam, os candidatos a planeta brigam entre si para pela hegemonia em sua órbita no sistema Solar. Como eles interagem com outros objetos menores, querem consumi-los, ou fundi-los através da gravidade. Plutão tem apenas 0,07 vezes a massa de outros objetos em sua órbita. A Terra, em comparação, tem 1,7 milhões de vezes a massa de outros objetos em sua órbita (isso sim significa “dominar a vizinhança”).

Qualquer objeto que não atende a esse critério é considerado um planeta anão, ou seja, Plutão é um planeta anão. Existem ainda muitos objetos com dimensões e massas semelhantes à Plutão nas redondezas de sua órbita. E mesmo que Plutão ganhe massa, atraindo objetos ao seu redor, continuará a ser um planeta anão. Éris sofre do mesmo problema.

Apesar de Plutão não ser mais do que um planeta anão, e não mais oficialmente um planeta, ainda será alvo de um estudo fascinante. A NASA enviou a sua nave espacial New Horizons para visitá-lo. New Horizons chegará a Plutão em Julho de 2015, e dará o primeiro “close-up” com imagens da superfície do planeta (anão).

Diante disso iremos nos maravilhar com a beleza e a distância de Plutão. Iremos apreciá-lo como Plutão apenas, e não se preocupe quanto a categorizá-lo. Pelo menos agora você sabe porque Plutão foi rebaixado.

Recomendamos assistir a entrevista com o Dr. Neil DeGrasse Tyson sobre Plutão em FORA.TV, clicando aqui.

Leia também a crítica de Alan Stern, diretor da missão New Horizons, que é contra a controversa decisão da IAU  e prevê que a decisão será revogada em breve: As grandes luas devem ser chamadas de planetas-satélite?

Assista também a aula sobre planetas pelo palestrante Victor Lyra, graduando em Física pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), membro do grupo de astronomia da UFSCar e membro do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID):

Fontes e referências:

Universe Today: Por que Plutão não é mais um Planeta? por Fraser Cain

Vamos saudar ‘Haumea’ o quinto planeta-anão

NASA: O que define um planeta, planeta-anão ou um plutóide?

Phil Plait (Bas Astronomy): 10 coisas que você não sabe sobre Plutão

Space.com: As Science Evolves, So Does Pluto por Jeremy Hsu [ o debate sobre Plutão continua acirrado... ]

Nuno Peixinho: Plutão não é um planeta

εγε

, , , , , , , , , , , ,

  1. #1 by Chico Pinto on 06/02/2012 - 08:23

    EYE :
    Mirian, das alternativas apresentadas na sua questão a alternativa “b” é a que mais faria sentido e seria a resposta correta. Porém, acredito que esteja faltando um “não” nessa alternativa, olhe:
    A alternativa b na sua pergunta:
    A decisão da UAI, de desclassificar Plutão da categoria de Planeta, é consequencia deste apresentar (b) um domínio a outros astros encontrados em sua zona orbital.
    A resposta correta é:
    A decisão da UAI, de desclassificar Plutão da categoria de Planeta, é consequencia deste apresentar (b) um NÃO domínio a outros astros encontrados em sua zona orbital.
    Existem muitos objetos com dimensões e massas semelhantes à Plutão nas redondezas de sua órbita. Isso significa que Plutão NÃO domina os outros astros encontrados em sua zona orbital.

    Eye,

    O enunciado diz “é consequência deste apresentar”. A partícula “deste” se refere ao planeta e não ao plutão.

    • #2 by ROCA on 06/02/2012 - 09:51

      Bem colocado, Chico e concordamos com você.

      No entanto, ao se tratar de uma questão de múltipla escolha esta resposta me parece muito mal redigida e o uso do “deste”, ao meu ver, inapropriado (dúbio), isto é, penso que as respostas estão mal formuladas.

      Melhor talvez seria eliminar o “deste” e ser mais explícito na redação da alternativa (b). Por outro lado as demais respostas são tão exdrúxulas que um aluno atento certamente vai acabar caindo na resposta (b) pois é a única que cita o “domínio de órbita”. O autor da questão foi infeliz e podia ter se empenhado mais na redação das alternativas.

    • #3 by Chico Pinto on 06/02/2012 - 19:59

      Você tem toda a razão, ROCA.

      Mas, infelizmente, os examinadores usam do subterfúgio de um enunciado obscuro para tornar a questão mais difícil.

      Uma lástima!

      Obrigado pela resposta! :-D

  2. #4 by juliana on 31/08/2011 - 22:55

    porque o planeta plutão nao existe mais

  3. #5 by Allana on 28/05/2010 - 07:20

    Muito Interessante e concordo com o Eduardo Barbosa Santos é o melhor site que eu já vi de Pesquisa

(não será publicado)


tecavuz pornosu izle tecavuz porno zorla sikis tecavuz tecavuz pornosu turkish porno arsivi turk porno sex videolari izle sex video sexsi bayanlar klubu sexs sex hikaye erotik hikaye seks hikaye porno izle sikis izle erotik hikaye xvideos free porn video xvdieosporns porno tv kanallari izle porno tv porno tv kanallari izle porno amator porno sikisme amator porno
tecavuz pornosu izle tecavuz porno zorla sikis tecavuz tecavuz pornosu turkish porno arsivi turk porno sex videolari izle sex video sexsi bayanlar klubu sexs sex hikaye erotik hikaye seks hikaye porno izle sikis izle erotik hikaye xvideos free porn video xvdieosporns porno tv kanallari izle porno tv porno tv kanallari izle porno amator porno sikisme amator porno