«

»

jan 11

A face oculta da Lua fotografada pelos astronautas da Apollo 16

A face oculta da Lua vista pela Apollo 16

A face oculta da Lua vista pela Apollo 16

Essa imagem da Lua parece familiar? Possivelmente não, embora a foto acima seja uma imagem real da Lua.

A Lua está bloqueada em movimento sincrônico, dessa forma a Lua sempre apresenta a mesma face voltada para a Terra.

Os astronautas da Apollo tiraram a foto acima com a câmera da Apollo 16, que mostra a borda leste do lado que nos é familiar (no topo da foto) e a estranha face oculta da Lua, repleta de crateras.

A primeira foto da face oculta da Lua foi feita pela missão soviética Luna 3 que orbitou a Lua em outubro de 1959

A primeira foto da face oculta da Lua foi feita pela missão soviética Luna 3 que orbitou a Lua em outubro de 1959

Surpreendentemente esse rugoso lado oculto (ou também chamado de “o lado mais distante da Lua”) tem uma superfície bombardeada e parece bem diferente do lado visível que é coberto pelos suaves e escuros mares lunares. A explicação para essas diferenças é que a crosta do lado oculto é mais resistente e espessa, o que dificultou que o material vulcânico do interior lunar se espalhasse e formasse as planícies dos mares lunares da face visível.

Qual a razão da Lua ter uma face oculta? As forças gravitacionais de atração do sistema Terra-Lua sincronizaram o período de rotação da Lua em torno do seu eixo em cerca de 28 dias terrestres. Assim quando a Lua move-se ao longo de sua órbita ao redor da Terra a sua rotação própria compensa a rotação em volta da Terra e a Lua mantém sempre a  mesma face na direção da Terra.

A primeira imagem da face oculta da Lua foi fotografada pela missão robótica soviética Luna 3 em outubro de 1959.

Mas, sempre foi assim? A Lua sempre apresentou o mesmo lado para a Terra?  Os cientistas julgam que não! Veja o porque aqui em “A Lua já deu uma ‘meia-volta’ no passado? A sua face oculta já esteve visível a partir da Terra?

Fontes e referências

APOD: The Far Side of the Moon

APOD: The Far Side – Crédito: The Soviet Lunar Program

Terra: Imagens mostram “lado oculto” da Lua (A Agência Espacial Européia (ESA) divulgou essas imagens do lado oculto da Lua, feitas pela sonda Smart-1)

Sinais de vulcanismo foram descobertos na face oculta da Lua a partir de fotos da sonda japonesa Kaguya

A face visível, nossa conhecida, em alta resolução: compare com o lado oculto!

Aqui vemos a face visível, nossa conhecida, em alta resolução. Compare com o lado oculto!

._._.

1 comentário

4 menções

  1. Joise Barros

    Astronautas eu amei essa fotos da Lua!!
    elas vão servir p meu trabalho de ciências na escola!!
    essas ´´fotos´´ estão perfeitas ok?!!!
    um abraço e bom trabalho!!

    feliz pascoa p todos!!

    um abraço Joise!

  1. LRO conseguiu finalmente determinar o local de impacto do propulsor S-IVB da Apollo 16 na Lua » O Universo - Eternos Aprendizes

    […] entanto, a cratera causada pelo foguete da missão Apollo 16 permanecia sem detecção. A causa disso foi o fato de que o contato via rádio com o propulsor foi […]

  2. A Lua já deu uma ‘meia-volta’ no passado? A sua face oculta já esteve visível a partir da Terra? « Eternos Aprendizes

    […] lado oculto da Lua nunca se mostra visível para nós aqui na Terra, porque a Lua roda em torno de seu eixo em […]

  3. Sinais de vulcanismo foram descobertos na face oculta da Lua a partir de fotos da sonda japonesa Kaguya « Eternos Aprendizes

    […] SELENE, Theia, vulcanismo lunar — ROCA @ 14:05 Sinais de vulcanismo foram descobertos na face oculta da Lua Imagem com detalhes do Mare Moscoviense mostrando uma baixa quantidade de crateras de impacto. […]

Deixe uma resposta para LRO conseguiu finalmente determinar o local de impacto do propulsor S-IVB da Apollo 16 na Lua » O Universo - Eternos Aprendizes Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

error: Esse blog é protegido!