«

»

dez 30

NGC 6543 – a Nebulosa Olho de Gato é capturada pela visão de raios-X do telescópio Chandra

Chandra capturou em Raios X a imagem da Nebulosa Olho de Gato {1}

Chandra capturou em Raios X a imagem da Nebulosa Olho de Gato {1}

Olhando para nós através do espaço interestelar, vemos nessas imagens a charmosa nebulosa Olho de Gato (NGC 6543) que dista 3.000 anos-luz da Terra. Trata-se de uma das mais famosas e complexas nebulosas planetárias. O olho de gato tem mais de meio ano-luz de diâmetro e representa, na verdade, o final glorioso de uma fase no ciclo de vida de uma estrela similar ao Sol.

Os cientistas estimam que a estrela central agonizante produziu a parte externa das bolhas concêntricas de poeira cósmica expelindo suas camadas externas em uma série de espasmos recorrentes. Onze dessas bolhas foram identificadas e possivelmente ejetadas em intervalos de 1.500 anos. O mistério dessa intrigante nebulosa está na formação das belíssimas e complexas estruturas internas que não são bem compreendidas pelos astrônomos. A nebulosa Olho de Gato também apresenta jatos de gás aquecido a altas velocidades e frentes de choque formadas quando o gás é desacelerado pelo material mais frio previamente ejetado, que apresenta velocidades mais baixas.

Acredita-se que a sua intrincada estrutura teria sido produzida ou por um sistema de estrelas binárias (ainda não encontrado) em interação ou pela atividade magnética recorrente de uma única estrela.

Desde 1995 incríveis imagens óticas com uma boa resolução em “cor falsa” têm sido produzidas pelo Hubble Space Telescope detalhando as espirais dessa nebulosa brilhante. Esta composição de fotos combina a última imagem fornecida pelo Hubble com a nova visão de raios-X capturada pelo Observatório espacial Chandra de Raios-X e nos revela uma surpreendente emissão intensa de raios-X indicando a presença de gás altamente aquecido. Na imagem acima {1} as emissões de raios-X podem ser vistas na cor azul-púrpura no centro da nebulosa. A imagem mostra que a estrela central está obviamente imersa em um gás aquecido a milhões de graus de temperatura. Outros bolsões de gás quente emitindo raios-X aparecem circundados por gás mais frio que emite luz visível, o que constitui uma clara indicação que o gás em expansão está esculpindo os filamentos e estruturas visíveis da nebulosa Olho de Gato.

NGC 6543 - a nebulosa Olho de Gato. Crédito: Vicent Peris/NASA/HST

NGC 6543 – a nebulosa Olho de Gato. Crédito©: Vicent Peris (OAUV / PTeam), MAST, STScI, AURA, NASA {2}

Na imagem acima {2} a foto original do arquivo do Hubble Space Telescope foi reprocessada para criar outra visão do ‘olho de gato cósmico’. Essa imagem criada com processamento alternativo, se comparada com já bem conhecidas imagens do Hubble Heritage Project, ressalta e aprimora a visibilidade dos detalhes em áreas claras e escuras da NGC 6543. Esse reprocessamento aplica uma palheta de cores mais complexa que o usual.

Animação mostrando a nebulosa Olho de Gato em expansão {3}. Dê um clique na imagem para ver a animação em uma nova janela de seu browser.

Animação mostrando a nebulosa Olho de Gato em expansão {3}. Dê um clique na imagem para ver a animação em uma nova janela de seu browser.

Observando essa curiosa nebulosa os astrônomos podem ver o destino do Sol, predestinado a criar sua própria nebulosa planetária depois da fase de gigante vermelha em cerca de 5 bilhões de anos.

NGC 6543, a Cat`s Eye Nebula (Nebulosa do Olho do Gato), obtida com o telescópio de 2.56m NOT, por R. Corradi e D. R. Gonçalves (em 2002). A imagem, capta a emissão em NII (vermelho) e em OIII (verde e azul). A dimensão da imagem é de 3,2 x 3 minutos de arco. O processamento da imagem destaca detalhes da parte interna brilhante revelando simultaneamente os tênues anéis concêntricos e o halo filamentar. {4} Portal do Astrônomo

NGC 6543, a Cat`s Eye Nebula (Nebulosa do Olho do Gato), obtida com o telescópio de 2.56m NOT, por R. Corradi e D. R. Gonçalves (em 2002). A imagem, capta a emissão em NII (vermelho) e em OIII (verde e azul). A dimensão da imagem é de 3,2 x 3 minutos de arco. O processamento da imagem destaca detalhes da parte interna brilhante revelando simultaneamente os tênues anéis concêntricos e o halo filamentar. {4} Portal do Astrônomo

Fontes, Notícias e Imagens:

Enciclopédia Ilustrada do Universo, volume 3, “O reino das galáxias”, página 266, “Nebulosa Olho de Gato”

{1} X-Rays from the Cat’s Eye Nebula Crédito da imagem em raios-X: NASA/CXC/SAO; ótica: NASA/STScI

Chandra X-ray Observatory Center: Chandra Photo Album

{2} Cat’s Eye Hubble Remix Crédito©: Vicent Peris (OAUV / PTeam), MAST, STScI, AURA, NASA

Hubblesite NewsCenter: The Cat’s Eye Nebula: Dying Star Creates Fantasy-like Sculpture of Gas and Dust

{3} The Incredible Expanding Cat’s Eye Crédito: Arsen R. Hajian (USNO), Yervant Terzian (Cornell)

{4} Portal do Astrônomo: Nebulosa Planetária – Que são, como são e porque têm este nome

{5} The Hubble Heritage Project – Cat’s Eye Nebula – GC 6543

Hubble Heritage Image Gallery

Yahoo Respostas: Nebulosa Olho de Gato e suas estruturas intrincadas?

Portal do Astrônomo: Nebulosa Olho de Gato: estrela moribunda cria escultura de gás e poeira

Terra astronomia: Hubble fotografa uma das mais complexas nebulosas

ngc-6543-cats-eye-nebula-hubble-heritage-project

NGC 6543 – Nebulosa Olho de Gato. Hubble Heritage Project

Referências

Balick, Bruce; Preston, Heather L. (1987), “A wind-blown bubble model for NGC 6543“, Astronomical Journal 94: 958-963, doi:10.1086/114528, http://adsabs.harvard.edu/cgi-bin/nph-bib_query?bibcode=1987AJ…..94..958B
Balick, Bruce; Wilson, Jeanine; Hajian, Arsen R. (2001), “NGC 6543: The Rings Around the Cat’s Eye“, Astronomical Journal 121: 354, doi:10.1086/318052, http://adsabs.harvard.edu/cgi-bin/nph-bib_query?bibcode=2001AJ….121..354B
Bianchi, L.; Cerrato, S.; Grewing, M. (1986), “Mass loss from central stars of planetary nebulae – The nucleus of NGC 6543“, Astronomy and Astrophysics 169 (1-2): 227-236, http://adsabs.harvard.edu/cgi-bin/nph-bib_query?bibcode=1986A%26A…169..227B
Guerrero, Martín A.; Chu, You-Hua; Gruendl, Robert A.; Williams, Rosa M.; Kaler, James B. (2001), “The Enigmatic X-Ray Point Sources at the Central Stars of NGC 6543 and NGC 7293“, Astrophysical Journal 553 (1): L55-L58, doi:10.1086/320509, http://adsabs.harvard.edu/cgi-bin/nph-bib_query?bibcode=2001ApJ…553L..55G
Hora, Joseph L.; Latter, William B.; Allen, Lori E.; Marengo, Massimo; Deutsch, Lynne K.; Pipher, Judith L. (2004), “Infrared Array Camera (IRAC) Observations of Planetary Nebulae“, Astrophysical Journal Supplement Series 154 (1): 296-301, doi:10.1086/422820, http://adsabs.harvard.edu/cgi-bin/nph-bib_query?bibcode=2004ApJS..154..296H
Hyung, S.; Aller, L. H.; Feibelman, W. A.; Lee, W. B.; de Koter, A. (2000), “The optical spectrum of the planetary nebula NGC 6543“, Monthly Notices of the Royal Astronomical Society 318 (1): 77-91, doi:10.1046/j.1365-8711.2000.03642.x, http://adsabs.harvard.edu/cgi-bin/nph-bib_query?bibcode=2000MNRAS.318…77H
Miranda, L. F.; Solf, J. (1992), “Long-slit spectroscopy of the planetary nebula NGC 6543 – Collimated bipolar ejections from a precessing central source?“, Astronomy and Astrophysics 260 (1-2): 397-410, http://adsabs.harvard.edu/cgi-bin/nph-bib_query?bibcode=1992A%26A…260..397M
Reed, Darren S.; Balick, Bruce; Hajian, Arsen R.; Klayton, Tracy L.; Giovanardi, Stefano; Casertano, Stefano; Panagia, Nino; Terzian, Yervant (1999), “Hubble Space Telescope Measurements of the Expansion of NGC 6543: Parallax Distance and Nebular Evolution“, Astronomical Journal 118 (5): 2430-2441, doi:10.1086/301091, http://adsabs.harvard.edu/cgi-bin/nph-bib_query?bibcode=1999AJ….118.2430R
SIMBAD (22 de dezembro 22 de 2006), Results for Cat’s Eye Nebula, SIMBAD, Centre de Données Astronomiques de Strasbourg, http://simbad.u-strasbg.fr/simbad/sim-id?protocol=html&Ident=Cat’s+Eye+Nebula
Wesson, R.; Liu, X.-W. (2004), “Physical conditions in the planetary nebula NGC 6543“, Monthly Notices of the Royal Astronomical Society 351 (3): 1026-1042, doi:10.1111/j.1365-2966.2004.07856.x

1 comentário

  1. darel

    I’m very pleased

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

error: Esse blog é protegido!